Uma obra de arte vive no estrito equilibrio de ser grandiosa o suficiente para ser inalcansável pela razão e suficientemente pequena para ser visível, alcansável aos “olhos” dos mortais

A obra de arte tem o seu habitat numa muito fina fronteira, rapidamente morre se sair desse delicado fio invisível a olho nú … Uma obra de arte vive no estrito equilibrio de ser grandiosa o suficiente para ser inalcansável pela razão e suficientemente pequena para ser visível, alcansável aos “olhos” dos mortais. (dadas as …

Hoje sou aquilo que está gravado no meu instinto, hoje deambulo na vida através de improvisos baseados nessa minha efémera essência, ainda hoje me despeço de mim próprio, amanhã vou conhecer outro Eu, que difere de mim pela minha experimentação do dia de hoje

Hoje sou aquilo que está gravado no meu instinto, hoje deambulo na vida através de improvisos baseados nessa minha efémera essência, ainda hoje me despeço de mim próprio, amanhã vou conhecer outro Eu, que difere de mim pela minha experimentação do dia de hoje   Capitulo 4 – Traços do Instinto

Algo interessante na música “electrónica” ė a utilização extrema e minimalista do ciclo, da repetição, pois desta forma é semelhante ao funcionamento do universo … assumidamente e sem quaisquer constrangimentos ou arrependimentos por ser constantemente repetitivo.

Algo interessante na música “electrónica” ė a utilização extrema e minimalista do ciclo, da repetição, pois desta forma é semelhante ao funcionamento do universo … assumidamente e sem quaisquer constrangimentos ou arrependimentos por ser constantemente repetitivo.  

Não Componho Concertos, nem Sonatas nem mesmo Sinfonias … a forma musical preferencial que utilizo nas minhas composições é inédita… chamo-a de “Consonia”

Não Componho Concertos, nem Sonatas nem mesmo Sinfonias … a forma musical preferencial que utilizo nas minhas composições  é inédita… chamo-a de “Consonia”. A Consonia defino-a como sendo uma forma musical improvisada (introduz-se assim um conceito de improviso da forma e não só da música). A forma pode ser improvisada na altura da performance ou …

A arte e a espiritualidade são de facto a única forma de magia existente … a “verdade científica” é um dogma de fé cega, limitador de possibilidades, a espiritualidade e a arte são as únicas formas de verdade e liberdade que existe

Ao contrário do ilusionismo, racional e muitas vezes até bastante científico, a arte e a espiritualidade são de facto as únicas formas de magia existente, com a liberdade da ausência de limites, e como tal com a capacidade de representar o infinito do universo. Provavelmente num universo em constante transformação as próprias leis da física …

Eu não me esforço por evitar os “lugares comuns” na criação artística e até na vida em geral apenas pelo preconceito de que aqueles são “lugares comuns” … O “lugar comum” tem um dos maiores potenciais e valência fora do comum, no que diz respeito ao estabelecimento de ligações entre seres humanos

Eu não me esforço por evitar os “lugares comuns” na criação artística e até na vida em geral apenas pelo preconceito de que aqueles são “lugares comuns” … O “lugar comum” tem um dos maiores potenciais e valência fora do comum, no que diz respeito ao estabelecimento de ligações entre seres humanos